19 SET. SÁB. 21.30H
Contemporaneus 10 anos

Ensemble Contemporaneus | 8€, -18 anos e + 65 anos 6€  | M/4 anos

A 15 de junho de 2005, nascia em Évora a Contemporaneus, associação para a promoção da arte contemporânea. Essa data marca o início de um percurso de 10 anos de trabalho, na promoção da música e do músico contemporâneo, e para a assinalar, os solistas do Ensemble Contemporaneus apresentarão em recital obras de compositores, que ao longo destes 10 anos levámos aos palcos portugueses, de Mozart a Fernando Lopes Graça. 

Ficha artística:
Flauta: Solange Silva
Saxofone: Carlos Ramalho
Trombone: Francisco Serôdio
Piano: Vera Batista
Violino | Viola: David Montes
Soprano: Ana Margarida Marreiros

26 SET. SÁB. 21.30H
Miguel Angelo

Pop | GA | 12€, venda antecipada 10€ | M/4 anos

O novo álbum de Miguel Angelo, “Segundo”, lançado em 2015, é também o seu segundo disco de originais, depois do final dos Delfins.
Lançado de modo independente, em formato digital e em vinil, é o segundo disco de uma carreira a solo iniciada em 2012, agora mais pessoal e intimista, depois de 25 anos na pop portuguesa.
Mas as canções continuam lá, em “Segundo”, a conviver com 30 anos de memórias e melodias sempre presentes na música portuguesa. E são essas canções e histórias, que irão estar muito próximas do seu lugar no CAE de Portalegre.

3 OUT. SÁB. 21.30H
Trovas & Canções, Actores, Poetas e Cantores

Multidisciplinar | GA | 12€, venda antecipada 10€ | M/4 anos

“Trovas & Canções, Atores, Poetas e Cantores”, da autoria de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho, é um espetáculo inédito, pela forma como reúne três gerações de atores, e outros grandes profissionais, ao redor da figura de Ruy de Carvalho. Não será o teatro apenas a estar presente, através dos desempenhos de João de Carvalho e Henrique de Carvalho, filho e neto do ator, mas também a linda voz da fadista e atriz, Ana Marta, ao som da guitarra portuguesa do Professor Ricardo Gama e da guitarra clássica de João Correia.

Este evento pretende recordar uma mão cheia de poemas, que tornaram famosas algumas da nossas grandes canções, da autoria de Pedro Homem de Mello, Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Ary dos Santos, Manuel Alegre, Florbela Espanca, entre outros, e haverá ainda uma homenagem a três grandes nomes da nossa literatura, Gil Vicente, Luís Vaz de Camões e Bocage. 

10 OUT. SÁB. 21.30H
Marias Cheias de Graça

Stand-Up Comedy | PA | 7.5 € | M/12 anos

Mulher que é mulher gosta de tempo de antena, ribalta, dar opinião, de se fazer ver e ouvir. Os homens estão neste momento a acenar a cabeça, em gesto de concordância, e as mulheres a afirmar com muito pouca convicção: "quer dizer, não é bem assim...".

Ou seja, mulheres e stand-up comedy é uma combinação que tem tudo para correr bem, e é isso que vamos provar nesta noite tão particular.
Tânia Barbosa, uma professora sem colocação, lidera esta procissão de humor, seguindo-se Maria Lázaro, que aos dezoito anos nos vem mostrar a sua visão encantada do mundo, Tânia Vinagre, uma mãe que anda de mota e por fim Ana Correia (Peperan), a irreverência em forma de mulher!

Um espetáculo, original, único e acima de tudo divertido!

17 OUT. SÁB. 21.30H
Fado Violado

Fado / Flamenco | PA | 6 €, 10€ com CD| M/4 anos

Os Fado Violado é um projeto musical português, que cruza flamenco e fado. Depois do single de apresentação, o clássico do saudoso Max “A Rosinha dos Limões”, os Fado Violado lançaram o primeiro álbum, “A Jangada de Pedra”, com a voz da fadista Ana Pinhal e a guitarra de Francisco Almeida.

Neste disco, os Fado Violado partem da tradição e viajam pela Península Ibérica, recriando o fado e acrescentando-lhe a densidade do Flamenco, mas sem nunca se afastar da branca, mágica, viajante mas melancólica Lisboa.
A Anunciar Brevemente

7 NOV. SÁB. 21.30H
Comédia Teatral Sílvia

Teatro | GA | 12 € Plateia, 10€ Balcão. Associados Montepio 20% desconto | M/12 anos

Gonçalo e Catarina entraram numa fase nova das suas vidas. Os filhos foram para a universidade e o casal mudou-se para Lisboa. Mas Gonçalo não está feliz. Odeia o seu trabalho e precisa de algo mais na sua vida. Até ao dia em que encontra Sílvia.

Sílvia é jovem, linda, divertida, e sente um amor à primeira vista por Gonçalo. A ligação entre os dois é tão forte que Gonçalo decide levar Sílvia para casa, o que não agrada de todo Catarina.

É que Sílvia deixa pelo no sofá. Bebe água da sanita. É inconveniente para as visitas.
E ladra…

“Sílvia” é uma comédia onde o humor e a ternura se misturam, tornando o desenrolar da história apaixonante para quem a vê.

14 NOV. SÁB. 17H
Passeando na...Historia
Grupo Folclórico e Cultural da Boavista

Folclore | GA | 1€ | M/4 anos

Este é o mote para mais um momento de (re)encontro entre o Grupo Folclórico e Cultural da Boavista, com os seus conterrâneos, com a sua gente!

É também um convite para um passeio (mais um), pelas memórias dos portalegrenses, um passeio pela nossa história local, na companhia de pessoas do nosso tempo.
A presença e o apoio de todos os nossos amigos continuam a ser fundamentais.

21 NOV. SÁB. 21.30H
Jardins do Passado
Drama musical em 9 cenas, a partir de obras de Brahms, Schubert e Fauré.

Ensemble Contemporaneus | GA | 15 € (venda antecipada 12€)  (12€ < 18 anos > 65 anos (venda antecipada 10€)) | M/6 anos

Não é teatro, não é ópera; não é um concerto, mas antes o desconcerto de uma personagem à deriva. A palavra e a música interagem e são os recursos que, através da dramatização, fomentam a expressão da condição humana. Sem que exista uma narrativa, no sentido estrito, o encadeamento do espectáculo deriva da similitude/disparidade de contextos, envolvências e emoções, geradas por um conjunto de memórias.
Jardins do passado são estados de alma, reminiscências de vivências, sentimentos, intenções, desejos e sonhos, trazidos por via da introspecção e melancolia; devaneios que se vão revelando através de cantos e canções, como quem reencontra a sua colecção de vinis num baú de uma arrecadação, cuja chave estava há muito perdida.

Ficha artística:
Ensemble Contemporaneus
Concepção Musical: Margarida Marreiros
Cenografia: Miguel Rodrigues
Guarda roupa: Contemporaneus
Soprano: Margarida Marreiros;
Piano: Vera Batista

5 DEZ. SÁB. 21.30H
50 Anos de Canções
155º Aniversário da Sociedade Musical EUTERPE

Música Ligeira | GA | 6€, 4€ menores 12 anos | M/4 anos


Em 1964, António Calvário vencia o Grande Prémio TV da Canção Portuguesa, com a canção “Oração”, tornando-se no primeiro representante português no Festival Eurovisão. Desde então, foram cinquenta as edições de um evento que, entre vencedores e vencidos, trouxe a público canções fantásticas, que acabariam por tornar-se símbolos de um país.

Na comemoração dos seus 155 anos, a Banda Euterpe de Portalegre convida-o a recordar letras e músicas e a visitar memórias, numa viagem por alguns dos maiores sucessos do Festival da Canção.

12 DEZ. SÁB. 21.30H
CAEP Voices Concerto de Natal

Grupo Vocal | GA | 6€ | M/4 anos

De regresso ao palco do Centro de Artes, com o seu primeiro espetáculo de Natal,  o CAEP Voices celebra a época natalícia com o seu público, e com um novo repertório, que incidirá sobre os clássicos da época mais festiva do ano, em conjunto com as habituais surpresas a que o CAEP Voices já nos habituou.

18 DEZ. SEX. 21.30H
Cuca Roseta

Fado | GA | 15 € | M/4 anos

O novo disco de Cuca Roseta, editado em maio de 2015, intitula-se “Riû”, e nele, apesar de ter como base o fado, a cantora e compositora amplia as suas influências musicais e estéticas. É fácil reconhecer neste álbum um encontro entre a canção portuguesa e a música popular brasileira, ou entre a pop e a morna. Cuca tem o condão de cantar neste disco aquilo que o produtor Nelson Motta designa como “world fado”, um fado virado para fora, que todo o mundo quer ouvir e que bebe todas as influências que afinal lhe estiveram na origem.

Para isso, contou com a escrita e a composição de uma lista de nomes que enriquecem o alinhamento deste disco: Jorge Palma, Sara Tavares, Júlio Resende, Mário Pacheco, João Gil, Jorge Drexler e Ivan Lins. A fadista apresenta ainda dois temas originais compostos especialmente para ela por Bryan Adams e Djavan.