DESTAQUES
Música em Tempos de Guerra
24 Janeiro 2015 - 21.30h
A Contemporaneus convidou o compositor Nuno Rodrigues a escrever seis obras para ensemble e soprano, a partir de poemas de Fernando Pessoa, Rupert Brooke, Paul Granier e Hugo Ball.
Luís Represas
31 Janeiro 2015 - 21.30h
Em 2014, Luís Represas regressou com o álbum “Cores”, um trabalho que quebrou um interregno de 5 anos, e que virá apresentar a Portalegre num formato de trio: voz, contrabaixo e piano.
Entre o Canto e o Cante
7 Fevereiro 2015 - 16h
Concerto sempre especial, o aniversário do Orfeão. Este ano, comemoram juntamente com todos os que os apoiam e acarinham, o 35º aniversário.
QUINA DAS BEATAS
31 de Janeiro a 13 de Março 2015 :: 23.30h
A Velha Mecânica; Subway Riders; Cumbres Carrascosa; Putan Club; Senhor Vulcão; Prana; Level & Tyson
PROGRAMAÇÃO

Ópera

Rita ou Le Mari Battu - Ópera em 1 acto de Gaetano Donizetti

Rita” é uma ópera cómica que aborda um tema bastante atual e sério da nossa sociedade, a violência doméstica, mostrando ao público que o diálogo e o respeito mútuo são a chave para a resolução de todos os problemas.
A ação desenrola-se na estalagem de Rita, a cruel e violenta mulher do tímido e desajeitado Beppe. 


O casal vê as suas vidas viradas do avesso com a chegada à sua estalagem de um viajante, Gaspar.


13 de Fevereiro 21.30h >>>>>>>>>>
..................................................................................................................................



Música

GNR Afectivamente
 

Com mais de trinta anos de carreira, os GNR avançam agora com um novo conceito e decidem desligar a maior parte das tomadas: o baixo elétrico cede lugar ao baixo acústico, a guitarra elétrica passa as cordas ao violino e os teclados rendem-se ao piano.
O próprio Rui Reininho será mais acústico, entenda-se menos elétrico. Os clássicos que celebrizaram o Grupo Novo Rock vão soar de forma diferente.
Nunca a banda do Porto esteve tão próxima do público porque, “efectivamente”, este é um momento de afetos.

Afectivamente: Reininho (voz). Tóli César Machado (piano e guitarra acústica). Jorge Romão (baixo acústico). Ianina Khmelik (violino). Samuel Palitos (bateria/percussões). Paulo Borges (teclados)
 
21 de Fevereiro 21.30h >>>>>>>>>>
...................................................................................................................................



Música /Poesia

Penicos de Prata
 

Os Penicos de Prata são um quarteto formado por contrabaixo, violoncelo, ukulele, guitarra e vozes e compõem música para poemas, de cariz erótico e satírico, de autores portugueses (António Botto, E.M. de Melo e Castro, Liberto Cruz, Fernando Pessoa, Adília Lopes, Ana-Abel Paúl, Carlos Queirós, Francisco Eugénio dos Santos Tavares, António Maria Eusébio, João Vicente Pimentel Maldomado).
A sua música procura acompanhar cada palavra, cada poema, cada poeta, criando universos desconcertantes e transgressores, enquadrados na respeitável tradição nacional da poesia dita brejeira, burlesca, satírica e erótica. Os Penicos de Prata desafiam o público, interpelando ao seu íntimo mais obscuro, sempre com Humor e Ironia.

Catarina Santana: ukelele e voz; André Louro: guitarra e voz; Eduardo Jordão: contrabaixo e voz; André Pontífice: violoncelo e voz

 
28 de Fevereiro 21.30h >>>>>>>>>>
...................................................................................................................................



MAIS >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>